Geek Fanáticos - A sua loja especializada em Funko Pop, Action Figures e Colecionáveis da Cultura Pop

Geek Fanáticos - A sua loja especializada em Funko Pop, Action Figures e Colecionáveis da Cultura Pop

  1. Home
  2. Colecionáveis
  3. Action Figures
Ordenar por:

Geek Fanaticos

Foram encontrados 84 produtos nesta categoria
| | | |

Action figures: saiba como esses colecionáveis se tornaram tão populares. 


Apesar de originalmente as figuras de ação possuírem algum tipo de mecanismo e/ou serem articuladas e poderem ter a sua posição alterada, se tornou muito comum chamar estatuetas de personagens e dioramas em geral dessa forma também, tornando-se um termo meio genérico para o mercado. Assim, hoje diversos tipos bonecos colecionáveis acabam sendo nomeados como action figure.

Além de serem articulados para realizar uma variedade de poses, os action figures podem ser equipados com acessórios, como roupas, ferramentas, armas e veículos. Todo colecionador ou apreciador desse universo sabe da importância do realismo das peças e de todo o cuidado para manter o colecionável impecável. Mas talvez nem todos saibam da história que existe por trás dessa cultura e como os action figures evoluíram ao longo do tempo. E é isso que a gente conta para você!


O surgimento do action figure


O termo action figure foi usado pela primeira vez em 1964, por Don Levine, na época executivo da Hasbro Company, para descrever seu novo brinquedo: o G.I. Joe(que ficaram conhecidos no Brasil como Falcon e mais tarde, como Comandos em Ação). Levine preferiu chamar de “figura de ação” em vez de “boneco” porque era mais convidativo para o público e o diferenciaria das "bonecas" para as meninas.

Em conceito, o Joe original era semelhante à boneca Barbie, da Mattel, lançada cinco anos antes. No entanto, a figura de ação tinha melhor articulação, uma característica que a tornou mais interessante porque o soldado podia ser curvado em uma variedade de posições. Além disso, o boneco G.I. Joe era equipado com vários acessórios e roupas baseadas em equipamentos militares da vida real. Claro que foi um grande sucesso e outros personagens foram adicionados à linha.

Com G.I. Joe, a Hasbro estabeleceu, desde o início, padrões que ainda definem figuras de ação hoje em dia, incluindo a introdução de vários personagens pertencentes à mesma série, bem como uma ampla gama de acessórios, inclusos ou adquiridos separadamente. Essas adições permitiram representar um fluxo interminável de diferentes cenários, aumentando a longevidade do brinquedo e, sem dúvida, agregando valor colecionável nos dias atuais.

G.I. Joe foi seguido em 1966 pelo Capitão Action, criado pela Ideal Toy Company para concorrer com a Hasbro. Ele era uma figura única que foi vendida com fantasias e acessórios de muitos personagens famosos, incluindo Super-Homem, Batman, Homem-Aranha, Capitão América, e outros. Captain Action foi a primeira figura a combinar personagens super-heróis com figuras de ação, uma tendência que continua até hoje.  


O boom dos action figures


Em 1977, a Twentieth Century Fox concedeu uma licença de brinquedo à empresa Kenner para fabricar figuras de ação com base em seu novo filme, Star Wars. O sucesso do filme expandiu bastante o mercado de brinquedos e garantiu a popularidade de figuras de ação licenciadas. Antes dos bonecos de Star Wars, as figuras de ação tinham tipicamente 20 a 30 cm de altura, mas Kenner projetava suas figuras com apenas 9,5 cm de altura(conhecida como escala 3 ¾). Na década de 70 o mundo sofreu com a grave crise de petróleo, e isso forçou todas as empresas a reduzir o seu consumo de petróleo, e no caso do mercado de brinquedos, isso significava reduzir a quantidade de plástico utilizada, daí a redução da escala. A escala de 3 3/4 polegadas parecia ter o tamanho ideal para a economia da época, a Mego começou com ela na série Microman e seguido pela série Star Wars - o fato de serem bem mais baratas ajudou mudou, já que começaram sendo vendidas por apenas US$1,50!. Outros fabricantes adotaram rapidamente o estilo colecionável menor. Os números originais de Kenner Star Wars ainda estão entre os brinquedos de maior sucesso já vendidos, com mais de um quarto de bilhão sendo vendido entre 1978 e 1986.

No ano de 1983, a Mattel Company criou uma série de desenhos animados com base em sua linha de figuras de ação de 1981 chamada "He-Man e os Mestres do Universo". Esses produtos foram extremamente bem-sucedidos e venderam mais de 55 milhões de unidades naquele ano. Esses números continuaram a ser vendidos até 1990 e vários outros brinquedos transformados em desenhos animados obtiveram sucesso semelhante e, assim, começou uma prática de longa data de vincular brinquedos a desenhos animados.

Os dias atuais


Antes da década de 1990, as figuras de ação eram esteticamente bastante simples, geralmente com mínimos detalhes esculpidos ou pintados, baseando-se em diferentes cores de plástico. Tudo isso mudou em 1994, quando McFarlane lançou sua primeira linha de figuras de Spawn. A série Spawn (baseada no famoso artista de quadrinhos Todd McFarlane), elevou progressivamente a criação de novas figuras de ação, com os brinquedos posteriores apresentando regularmente níveis de detalhes muito mais altos na escultura e na pintura do que nas ofertas de outras empresas.

O sucesso contínuo da McFarlane Toys viu seu alcance crescer drasticamente, cobrindo uma grande parte da indústria de TV e cinema, e até uma grande variedade de figuras relacionadas a esportes colecionáveis. A influência de McFarlane no desenvolvimento de figuras de ação baseadas em seus quadrinhos resultou nos brinquedos detalhados de hoje.

Fabricantes como a Nation Entertainment Collectibles Association ou NECA Toys, agora lideram de frente com figuras de ação altamente detalhadas e altamente articuladas. A NECA tem um número impressionante de licenças para produzir, incluindo muitas franquias retrô e de nostalgia, como filmes clássicos de terror, ficção científica e ação, ao lado de filmes e séries de TV atuais e até celebridades da música.

Hoje, muitas figuras também vêm com uma variedade de acessórios relevantes ao seu personagem. Isso inclui armas ou adereços, necessitando de uma ampla variedade de opções de mãos intercambiáveis ??incluídas e, em alguns casos, rostos ou até cabeças inteiras para permitir diferentes poses e expressões.

Outra grande empresa desse setor é a Mezco, que concentra uma quantidade grande de licenças de Terror como Chucky, Sexta-Feira 13(Jason Vorhees), O Pesadelo de Elm Street(Freddy Krueger), A Freira, A Coisa(Pennywise) e tantos outros, um colírio para os olhos de fãs do gênero.

E aqui na Geek Fanáticos você tem um catálogo repleto de opções de action figures para você incrementar sua coleção ou presentear aquele seu amigo que admira tanto esses colecionáveis quanto você. Conheça nossas opções e aproveite!
Geek Fanaticos